ADOTE

Está procurando um amiguinho? Vários esperam por um lar !




DENUNCIE

Maus tratos e abandone é crime! Denuncie aqui




PERDIDOS

Se você perdeu seu Pet, cadastre-se aqui




ACHADOS

Se você achou um Pet, cadastre-se aqui




Homem mata cão e faz questão de mostrar o que fez


Homem mata cão e leva corpo em uma caixa para jovem em Guarujá, SP
Agressor matou animal por ter sido mordido no pé quando estava de moto.
Suspeito foi encontrado pela polícia civil nesta terça-feira (21).


Negão foi morto por ter mordido o pé de um homem em Guarujá, SP.
Um morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, matou um cachorro após ser mordido no pé enquanto dirigia uma moto. O agressor levou o cão morto em uma caixa para a jovem que cuidava do animal de rua. O delito ocorreu na última quinta-feira (16), mas o suspeito só foi encontrado pela polícia civil nesta terça-feira (21).

O crime aconteceu na Rua Antonio Fernandes, no bairro Vila Lígia. Segundo o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Sede de Guarujá, o pescador Severino José do Nascimento, de 51 anos, passava de moto pelo local quando o cachorro o perseguiu e mordeu seu calcanhar. A estudante Bianca Taynah Rodrigues Ramos, de 23 anos, viu a cena e se ofereceu para lavar o ferimento de Severino, em sua residência. Horas mais tarde, o homem voltou ao local, matou o cãozinho, colocou em uma caixa de papelão e o levou até a casa da jovem, para mostrar o que havia feito.
Em depoimento, Severino diz que, depois de lavar o ferimento, se dirigiu até o Pronto Atendimento Médico (PAM) de Vicente de Carvalho, onde foi medicado e liberado. Ele alega que matou o cachorro por raiva, com uma paulada na cabeça. Já Bianca acredita que o animal foi morto por estrangulamento, pois estava com uma corda enrolada no pescoço. Ela disse à polícia que o acusado, ao mostrar o cãozinho na caixa, falou: "Pronto, já era, matei". Depois disso foi embora, dando risada.

Severino disse que matou cachorro por raiva.

Negão, como foi batizado pela jovem, apesar de ser um animal de rua, era cuidado por Bianca há cerca de um ano. "Além dele, eu cuido de mais dois cachorros de rua, e ainda tenho o meu. O Negão ficava na calçada durante o dia e dormia em casa à noite. Mas eu já havia ligado para a zoonoses, eles iam buscá-lo na sexta-feira (17)", explica a estudante.
Bianca ainda não se conforma com o que aconteceu. "Passei o fim de semana todo em casa, chocada com a cena que vi. Eu passei muita raiva na hora, mas nem ia levar o caso para a polícia, fiz isso pela falta de consideração. Se ele tivesse matado o bichinho e sumido, era uma coisa. Mas ele fez questão de me mostrar, para me machucar. Na delegacia, ele me pediu perdão. Eu disse que ele tinha que pedir perdão a Deus, porque isso não vai ficar assim. Com a polícia foi só um susto, mas ele ainda vai sofrer muito na vida por conta do que fez", conclui.
Severino José do Nascimento assinou um termo circunstanciado por ato consumado de abuso a animais e foi liberado em seguida.

**FONTE G1


-----
Obs.: Se esse cãozinho estivesse um lar, talvez seu destinho fosse diferente... Não Abandone! Resgate! Adote um animal!!!

AnimalSOS

Gostou: Compartilhe!!!

Facebook Share Button