Precisamos ajudar o Bruce – Veterinário usa 2 parafusos de parede e Bruce perde seus movimentos

Bruce precisa de ajuda!!

O Bruce, um Golden de 3 anos, que ajudava crianças em tratamento voluntário no CAPS, e com apenas 2 anos começou a sentir dores e segundo informação publicada no Youtube, o veterinário Eduardo Alberto Tudury, teria feito um diagnóstico de Hérnia de Disco, e que diagnosticou que ele precisava ser operado, pois poderia ficar sem andar..mas o Bruce fez a cirurgia na qual obteve muitas complicações e os veterinários não sabiam o que deu errado, foi medicado por causa das dores…
O Bruce, precisava fazer uma tomografia para tentar descobrir o que tinha, mas em Recife não existe esse tipo de exame …

Bruce foi piorando, e suas patas traseiras já não tinham mais movimentos, e sua infecção foi causada por parafusos DE AÇO COMUM vendidos em loja de ferragem, ABSURDO!!!

E enquanto Bruce luta para viver, ele precisa de muitos medicamentos, e quem sabe um veterinário e uma solução para retornar sua alegria…

—————————

E hoje, dia 23 de Junho… entramos em contato para saber sobre o Bruce, mas infelizmente ele ainda luta muito para se recuperar, e estará fazendo uma Tomografia nesta segunda-feira.
Ainda com infecção e aos cuidades de medicamentos, Bruce também está fazendo acupuntura e fisioterapia…
Por isso a família precisa muito de ajuda financeira para seu tratamento!

Ajude, compartilhe…

Vamos ajudar compartilhando com tags Twitter #sosbruce

Facebook SOS BRUCE https://www.facebook.com/sosbruce

Ajude com Qualquer valor:
Banco do Brasil – Ag. 2805-3 / CC. 7261-3 (Carla Poliana Souza da Silva-)
Caixa Econômica Federal/Poupança – Ag: 1584 / operação 013 / CC. 00024364-8 (Carla Poliana Souza da Silva de Sant’Anna)


51 Comments to Precisamos ajudar o Bruce – Veterinário usa 2 parafusos de parede e Bruce perde seus movimentos

  1. Tatiana

    Bruno, em primeiro lugar, vi que vc citou apenas “estudos” e exemplos de cirurgias feitas em cães. Em segundo lugar, ao ler a palavra “experimental”, quase vomitei. Em minha condição humana e racional, NÃO ACEITO EM HIPÓTESE alguma “coisas experimentais” feitas em cães (aliás, em qualquer outro animal). Quer fazer “experimentos’? , faça na sua mãe.
    Em terceiro lugar, ANTES de abrir a boca para dizer que o “brilhante professor” agiu corretamente, mostre-me cirurgias feitas em humanos, com 100% de SUCESSO. Aí, sim… passo a acreditar que tais parafusos podem ser usados em cães. Me enoja saber que médicos veterinários, que deveriam estudar para SALVAR VIDAS, usem essas mesmas vidas em “experimentos”.
    E, pra terminar… ESSE PROFESSOR É UM IRRESPONSÁVEL e INCONSEQUENTE!!! Nem sei o que eu faria se um cão meu fosse tratado dessa forma. LAMENTÁVEL, HEDIONDO, NOJENTO! Espero que os pais do Bruce ganhem uma indenização JUSTA por tamanha incompetência! Eles quase perderam um filho! Um serzinho importante e imprescindível em suas vidas. Duvido que o BRILHANTE professor autorizaria uma cirurgia na coluna de seu próprio filho ou de um parente com tais parafusos…
    Bruce, já vi que vc está bem melhor, garoto!!! Força, anjinho! Estamos com vc!!

  2. Gabriel Campion

    Assisti o vídeo , e fiquei emocionado , por ver que o Bruce , que brincava , se molhava e se sujava todo , se divertia com seus Irmãozinhos , e já não podendo fazer mais isso , se esforça para que seus Pais vejam a melhora e para que ele mesmo melhore o mais rápido possível , e volte a brincar e a se divertir com seus amiguinhos . Fiquei mais emocionado ainda , porque eu não tenho nenhum Cão ou Gato , ambos são caros e as vezes dão bastante trabalho , e meu pai não quer de jeito nenhum um Cão , porque pra ele , cachorro só serve pra fazer cocô e estragar as coisas , já eu olho por outro lado , vejo todo mundo se divertindo com seu cachorrinho , passeando com ele , e eu fico sozinho , meu pai viaja e só volta nos finais de semana , e minha mãe cuida da minha avó , que está de cama com Alzheimer e outros problemas , ou seja , sou só eu e Deus …

  3. Alexandra

    Por favor pessoal, os comentários deste site são liberados para expressar suas opiniões… Liberdade de expressão … mas sem ofensas aos usuários deste site!!
    Aguardo a compreensão de todos !!!

  4. Bruno Martins

    Boa noite, a principio gostaria de dizer que não estou aqui para desrespeitar ninguém, respeito a opinião de todos e estou torcendo sinceramente pela recuperação do Bruce, principalmente nessa próxima cirurgia que poderá ser necessária.
    Achei uma injustiça quando afirmaram que o primeiro veterinário abandonou o caso, pois apesar de no vídeo comovente sobre a história do Bruce afirmarem que os veterinários não sabiam o que o Bruce tinha (nem diagnóstico tinham), o mesmo estava sendo tratado com antibióticos, como agora, para discoespondilite lombossacral (lembra daquela bactéria da coluna?). Pois bem. Em determinado momento o professor solicitou uma tomografia da região lombossacral para ver se havia crescido algum tecido comprimindo a cauda eqüina ou suas raízes que necessitasse de remoção cirúrgica, para que alem de coletar material diretamente do foco e provavelmente remover os implantes (uma vez que todo implante cria um biofilme que fixa bactérias) fosse realizada a remoção deste possível tecido granulomatoso. Solicitado o exame o Bruce nunca mais retornou com seus proprietários, nem foi dada nenhuma satisfação. Ate que meses depois a primeira equipe descobriu todo esse movimento na internet, achando estranho o Bruce ter parado de andar (quando o viram a ultima vez depois de vários retornos e revisões, andava e estava melhor), pois é difícil um animal parar de andar por disfunção da cauda eqüina. A primeira coisa que veio na minha cabeça ao saber pelo site que estava paralisado foi a migração da discoespondilite de L7-S1 para a coluna toracolombar (mais especificamente na coluna torácica que é mais comum), o que justificaria a paraparesia não ambulatória, uma vez que não souberam os membros da equipe do prof. Tudury durante todos esses meses como estava sendo o tratamento. E acreditem, nas revisões do Bruce (sempre feita por mais de um veterinário) e sob tratamento com dois antibióticos (lembra que você pedia para colocar 10 caixas em cada receita que ficava melhor para comprar??), o mesmo só tinha dor na lombossacral.
    Como será que os membros da primeira equipe iriam tratar o Bruce se o mesmo foi fazer o exame e não voltou mais. Li que alguém falou que animal ENCAMINHADO para outro colega não precisa voltar. Mas acreditem que o Bruce não foi ENCAMINHADO para ninguém, apenas foi SOLICITADO um exame com outro colega. Ou seja, faz o exame e volta com o resultado. QUEM SERÁ QUE ABANDONOU O CASO????. Também não houve omissão de caso. Assim como qualquer profissional da área médica, os veterinários precisam de recursos para trabalhar e diante a necessidade de um exame mais especifico da região, solicitou-se a tomografia (lembra do trecho do vídeo comovente que dizia que o Bruce precisava de tomografia? Que só tinha em Salvador? POIS É, ELA FOI SOLICITADA lá mesmo!!!! para que a próxima decisão em relação ao quadro clinico do Bruce (possível cirurgia e o que fazer nela) fosse tomada. Infelizmente ainda esperam o resultado, os pais do Bruce abandonaram os veterinários!!!!! e os culpam de omissão, interessante!
    Fui testemunha recentemente da ligação do Dr. Tudury para o pai do Bruce (Filipe) quando descobriu o acontecido pela internet oferecendo ajuda e inclusive sugerindo uma nova tomografia abrangendo uma região mais cranial da coluna (o que justificaria a discoespondilite). LEMBRA QUE ELE LIGOU E OFERECEU AJUDA FILIPE? DIFERENTE DO QUE AS PESSOAS DIZEM NO SEU FACEBOOK E VOCÊS NÃO DESMENTEM.
    E não pensem que a culpa disso tudo foi do famoso parafuso de parede, porque não foi. O mesmo já é utilizado por anos por inúmeros profissionais renomados no país e tenham certeza que foi uma coincidência. Se tivesse sido colocado qualquer material (pino ou parafuso), poderia ter havido qualquer tipo de complicação.
    Há muitas coisas em questão no caso Bruce e apenas uma versão da história sendo contada. Não vou me desgastar querendo explicar tudo porque não vem ao caso e não interessa ao publico em geral, mas só queria deixar uma reflexão de que ninguém é dono da razão, mas não se deve faltar com a justiça ou esconder verdades (recente oferta de ajuda pelo professor e que ele acertou ao sugerir uma tomografia mais cranial) Se ele é tão omisso e incompetente, como dizem ai no seu facebook, porque ligou e acertou no exame.
    Entendo a dor dos pais de Bruce porque também tenho três cadela (uma aniversariando hoje de 20 anos de idade) e sei a dor de vê-las doentes, mas não foi culpa do primeiro veterinário não saber o resultado dos exames, que é o que aconteceu com o Bruce. Estou com exames próprios para fazer desde 05 de maio, mas não tive tempo e ate hoje o médico não me ligou para perguntar se estou bem. Apenas recebi a recomendação de fazer o exame e voltar com o resultado. Se eu não voltar sei dos riscos que corro. Então cabe a mim (e a todos os pacientes, principalmente aqueles que dependem de ajuda de seus “pais”) confiarem e seguirem a recomendação dos seus médicos. Imagina se eu piorasse porque não fiz ou voltei com os exames, poderia ter acusado o médico de ter me abandonado?
    Despeço-me cordialmente de todos e destes debates e desejo que tudo se resolva sem problemas para ambos os lados e principalmente para o Bruce.
    Boa noite e melhoras para o Bruce, principalmente nessa cirurgia que provavelmente será necessária. Filipe, caso mude de idéia em relação a ajuda da EQUIPE que iniciou o tratamento do Bruce, pode contactá-los que como ocorreu da primeira vez que você os procurou e nas outras varias vezes que retornaram, estarão sempre a disposição para atendê-lo (inclusive nessa greve na UFRPE, pois a equipe do professor é a única que continua com as atividades durante a greve, mesmo enfrentando agressões verbais, arranhões de carro e etc…, pois os cães paralisados não podem esperar terminar uma greve para ser operados (ACREDITEM, AMAMOS O QUE FAZEMOS!!!!)
    Bruno Martins.

  5. O BRUCE DEVE SER LEVADO Á BOTUCATU NA UNESP….LÁ TERÁ UM TRATAMENTO EFICAZ …

  6. Bruno Martins

    Me chamou a atenção a repercussão do caso Bruce pela utilização de parafusos auto-atarraxantes de aço inox 304 Austeníticos em sua estabilização lombossacral, no qual foram denominados de “PARAFUSOS DE PARADE”. Não sei de onde saiu esta definição para os parafusos. Realmente os parafusos autoatarraxantes de aço inox 304 poderiam se utilizados em parede, porém não são fabricados para esse fim, pois para parede se utiliza de ferro e não de um aço tão nobre; mas nos últimos anos estão sendo utilizados em medicina veterinária como alternativa para os parafusos ortopédicos convencionais (alguns fabricados com o mesmo aço, inclusive existem parafusos utilizados em humanos com o mesmo aço).
    Será que todos estes autores são mau caráter, deveriam ir para a prisão ou deveriam ter seus registros cassados? (conforme depoimentos). Acho que antes de realizarmos acusações como estas, deveríamos ter embasamento científico para tal. Pois quem utiliza os incorretamente chamados “PARAFUSOS DE PAREDE” são professores pioneiros na neurocirurgia e ortopedia no Brasil e o professor neste site denegrido é um dos mais conhecidos e respeitados professores do país. Autor de mais de 80 trabalhos em revistas conceituadas e mais de 200 resumos em congressos, que ha 30 anos vem prestando um excelente serviço à sociedade, proporcionando o bem estar a muitos animais, conseguindo que na sua maioria voltaram a caminhar e assim alegrando seus proprietarios. Não é o formato externo que caracteriza um parafuso (igual aos seres humanos) e sim sua composição interna (do metal); em ortopedia tem formatos dos mais variados, inclusive com cabeças em cruz, tipo Philips iguais aos de ferro que se vendem em lojas da cidade, mais os ortopédicos são de aço inox ou titânio (independente do formato). Vi também no seu site pessoas desinformadas dizendo: são de parede sim, eu vi, não sabia que essa pessoa tinha o poder de analisar por foto a composição interna de um parafuso de aço inox (ferro, cromo, niquel, molibdeno, cobalto, carbono, etc).
    Segue abaixo uma pequena lista de trabalhos que utilizam o mesmo material. Trabalhos estes desenvolvidos nas principais universidades do Brasil, onde se concentram os maiores estudiosos na área e onde são desenvolvidas as técnicas cirúrgicas mais eficientes.

    ROCHA, Carlos Otávio Jordão Moreira. Comparação da Avaliação Mecânica de
    Compressão Axial em Seis Modelos de Fixadores Esqueléticos Externos
    Confeccionados com Barras Estabilizadoras de polimetacrilato de metila ou
    de Madeira e Parafusos de Aço Inoxidável 304. Seropédica: UFRRJ, 2008.
    63p. (Dissertação, Mestrado em Medicina Veternária, área de Patologia e
    Ciências Clínicas.

    BOTELHO, R. P.; ALVARENGA, J.; SILVA, M. F. A.; FALCÃO, M. V. C.;
    OLIVEIRA, A. P. R. & COUTINHO, F. R. Fixador externo de madeira e
    parafuso de aço inoxidável 304 no tratamento de fraturas mandibulares em
    cães (Canis familiaris) – nota prévia. I Congresso de Clínicos Veterinários de
    Pequenos Animais do Mercosul, Foz do Iguaçu, Paraná, Clínica Cirúrgica e
    Anestesia de Pequenos Animais, Anais, p.1, nov, 1999.

    BOTELHO, R. P.; ALVARENGA, J.; SILVA, M. F. A.; FALCÃO, M. V. C.;
    OLIVEIRA, A. P. R. & COUTINHO, F. R. Fixador externo de madeira e
    parafusos de aço inoxidável no tratamento de fraturas mandibulares
    experimentalmente produzidas em cães (Canis familiaris). Revista Brasileira
    de Medicina Veterinária, v.23, n.2, p.81-86, 2001.

    BOTELHO, R.P.; SILVA, M. F. A.; FALCÃO, M. V. C.; AQUIAR, T.B.; OLIVEIRA,
    A. P. R.; COUTINHO, F. R. & LEANDRO, V.M. Comparação entre parafusos
    de aço inoxidável tipos 304 e 316l implantados em mandíbulas de cães.
    Revista Brasileira de Medicina Veterinária, v.27, n.3, p.112-117, 2005c

    COSTA, J. L. O. ; PADILHA FILHO, J. G. ; NOVAES, A. A. ; EIMANTAS, G. C. . ENXERTO ÓSSEO CORTICAL ALÓGENO, FIXADO COM PLACA E PARAFUSOS DE AÇO INOXIDÁVEL DA SÉRIE 304 NA REPARAÇÃO DE GRANDES FALHAS ÓSSEAS. ESTUDO EXPERIMENTAL EM CÃES.. In: II CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA E ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA, 1996, RIBEIRÃO PRETO-SP. ANAIS DO II CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA E ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA, 1996. v.

    Dissertação de mestrado: Reconstrução de grande falha óssea com enxerto cortical alógeno conservado em glicerina, fixado com placa e parafusos de aço inoxidável da serie 304. Estudo experimental em cães. Autor Jorge Luiz Oliveira Costa, orientador Prof Dr João Guillerme Padilha Filho, 1996, Jaboticabal, SP.
    Dissertação de mestrado: Osteossintese de tíbia com uso de fixador esquelático externo conectado ao pino intramedular Tie –In em cães; Autor Luis Gustavo Gosuen Gonçalves Dias, , orientador Prof Dr João Guillerme Padilha Filho, 2006, Jaboticabal, SP.

    Imagens fotográficas ilustrando a perfuração e introdução dos implantes de
    fixação nos fragmentos ósseos fraturados de tíbia de cão. A) e B) perfuração
    dos orifícios com broca e furadeira, para posterior colocação dos implantes de
    fixação, (fragmento ósseo proximal e distal respectivamente); C) pino de
    Schanz sendo rosqueado com furadeira no fragmento distal (seta); D) implante
    de fixação (parafuso de aço inoxidável 304), rosqueado no fragmento proximal
    (seta).

    ARTRODESE TIBIOTÁRSICA COM UTILIZAÇÃO DE PARAFUSOS DE AÇO INOXIDÁVEL 304L AUTO-ATARRAXANTES: ESTUDO EXPERIMENTAL EM CÃES

    54(316): 479-486, 2007 r e v i s t a Ceres 479

    RESUMO
    O objetivo deste trabalho foi avaliar, de forma experimental, a técnica cirúrgica proposta na artrodese da articulação tibiotársica, com o uso de parafusos de aço inoxidável 304L auto-atarraxantes. Foram utilizadas 10 cadelas adultas, hígidas, sem raça definida, com peso compreendido entre 15 e 20 kg. Após a exposição e a condrectomia articular, a articulação tibiotársica foi mantida manualmente num ângulo de aproximadamente 135°. Um orifício foi feito no sentido plantarodorsal, através do tubérculo do calcâneo, até a região cortical dorsal da tíbia, onde foi introduzido um parafuso. Ato contínuo, um segundo orifício foi feito na direção da superfície laterodistal do calcâneo, passando através do talus, até a cortical do maléolo medial, para a inserção do segundo parafuso. Os tecidos incisados foram suturados de maneira rotineira. Os animais passaram por avaliação clínica diária nos primeiros 15 dias e aos 30, 45, 60, 90, e 120 dias. Foram feitos exames radiográficos no membro operado imediatamente após o procedimento cirúrgico e aos 15, 30, 45, 60, 90, e 120 dias. Quatro cães foram submetidos a um novo procedimento cirúrgico 120 dias após a intervenção inicial, para a remoção dos implantes, e foram avaliados por mais 30 dias. Os animais apresentaram evolução clínica satisfatória, com graus variados de claudicação, apresentando deambulação normal entre 50 e 60 dias de pós-operatório. Radiograficamente, a fusão articular ocorreu, em média, aos 45 dias. Ao redor dos parafusos, foram observadas áreas de osteólise, que não comprometeram sua imobilização e nem provocaram a migração deles. Os resultados obtidos permitem concluir que houve adequada estabilidade da articulação tibiotársica, favorecendo uma rígida fusão óssea das extremidades articulares, confirmada após a retirada dos implantes.
    Palavras-chave – tratamento de luxação, anquilose, biomaterial, pequenos animais

    ARTRODESE TEMPORÁRIA DA ARTICULAÇÃO TÍBIO-TÁRSICA COM
    PARAFUSO DE AÇO INOXIDÁVEL AUTO-ATARRAXANTE COMO
    SUPORTE PARA TENOPLASTIA DO CALCÂNEO EM CÃES
    Temporary artrodesis of the tibio tarsal joint with employment of a stainless
    steel self-tapping screw as support for calcaneal tenoplasty in dogs

    RESUMO

    Todos os tratamentos cirúrgicos indicados para o reparo das lesões do tendão calcanear comum no cão, incluem imobilização temporária da articulação tíbio-társica em extensão parcial. No presente trabalho foi avaliado o emprego do parafuso de aço-inoxidável 304L, auto-atarraxante, para fixação desta articulação, como método coadjuvante à tenoplastia do calcâneo em 21 cães. O tendão e a tuberosidade do calcâneo foram expostos através de incisão de pele realizada posterior a tíbia e do tubérculo do calcâneo. Uma incisão de 2cm foi realizada na bolsa calcaneal do tendão do músculo flexor superficial digital, expondo-se o osso (tubérculo do calcâneo). Com a articulação num ângulo de aproximadamente 135 graus, um orifício foi realizado na direção postero/anterior através do tubérculo do calcâneo e da tíbia, onde foi introduzido o parafuso. O comprimento e diâmetro do parafuso, variaram de acordo com o tamanho do animal. Imediatamente após a inserção do parafuso, realizou-se a tenoplastia do calcâneo. Após o término do procedimento cirúrgico, aplicou-se um penso esparadrapado no membro operado. A manutenção da imobilização interna por 30 dias e da imobilização externa por mais 15, dias promoveu efetivo suporte, proteção para sustentação do peso após a tenoplastia e permitiu retorno gradativo ao estresse mecânico que favoreceu o remodelamento do tendão. As radiografias simples, da articulação tíbio-társica, realizadas no pós-operatório imediato, revelaram o posicionamento do parafuso e serviram para controle radiográfico aos 15 e 30 dias. Em nenhum dos períodos de observação, se evidenciou qualquer alteração significativa que comprometesse a articulação. Observou-se apenas pequenas áreas de osteólise ao redor do parafuso em ambos os ossos e moderada reação periosteal da tíbia e do tubérculo do calcâneo, que não comprometeram a amplitude dos movimentos articulares ou função do membro.
    Palavras-chave: cão, artrodese, tendão, calcâneo, cirurgia.
    Veterinária Noticias, vol 5 , n 1, 1999

    SERÁ QUE REALMENTE A CULPA FOI DOS PARAFUSOS??????????????????????

  7. Patricia Chami

    Fiz um deposito para ajudar na recupereção do Bruce no Banco do Brasil.
    Muita boa sorte pra ele. Que ele se recupere o mais rápido possivel.

  8. Poliana

    PARA ESCLARECER ALGUNS PONTOS RESOLVI POSTAR A NOTA ESCRITA PELO FILIPE (PAI DO BRUCE)
    Como vocês todos adotaram o meu filhotinho, me sinto na obrigação de contar um pouco mais da história do nosso Brucinho. Conhecemos o Bruce em um canil aqui em Recife, onde ele estava literalmente largado, isso mesmo um filhote lindo bem sapeca largado em uma caixa de transporte com jornal e cheia de xixi. Eu e a Poliana ficamos muito sensibilizados com a situação e para piorar ainda mais, aquele pestinha se enroscou nas pernas da mãe que não se aguentou e colocou-o dentro do carro.Assim que saímos de lá fomos direto ao veterinário, para saber como estava o estado de saúde daquele filhote e descobrimos que ele estava com erliquia e babesia, além de vários tipos de fungos, se não o tivéssemos resgatado a tempo possivelmente ele não resistiria.O Bruce é um cão muito esperto e ao chegar em casa teve a sua primeira grande batalha, que foi enfrentar a fera chamada “Bono Vox” o dono da casa (é porque aqui em casa o organograma funciona da seguinte forma: o Chefe é o Bono, depois vem o Bruce, depois a Mariana e por fim nós dois), ele se saiu muito bem, logo os dois se tornaram grandes amigos, com o Bruce perturbando o Bono o dia inteiro, o pobre do Bono não tinha sossego Ele foi crescendo, até demais por sinal, e ficando um rapaz grande e bonito, começaram a surgir umas gatinhas, ou melhor umas cachorrinhas interessadas no jovem galã, daí decidimos fazer a radiografia para verificar se ele portava algum tipo de displasia e infelizmente o resultado deu positivo, apesar do Bruce correr, pular, nadar e brincar como se não existisse nenhum problema.Em dezembro de 2010, por indicações fomos procurar o melhor neuro-ortopedista do Recife, o Eduardo Tudury, que por sinal também é professor da UFRPE, fomos ao hospital veterinário da Universidade, e lá ele diagnosticou que o Bruce também sofria de cauda equina, e que deveríamos fazer a cirurgia imediatamente porque senão o Bruce ficaria paraplégico. Entramos em desespero e resolvemos que faríamos a cirurgia por ele ser novo e a recuperação seria mais fácil, então compramos todos os materiais solicitados pela equipe para a cirurgia, inclusive hastes cirúrgicas que seriam colocadas. A cirurgia durou 5 horas e ao sair uma das veterinárias nos entregou as hastes, alegando que o Bruce era muito grande e que eles haviam usado “uns parafusos” que eles tinham (descobrimos depois que eram de parede). Daí começa todo o sofrimento de Bruce.Bruce se recuperou bem da cirurgia até a terceira semana, depois disso o Bruce gritava de dor o dia inteiro, mesmo tomando Tramal (para quem não conhece é um medicamento um pouco mais fraco que a morfina), levamos de volta ao Tuduri, que afirmou que as dores seriam provenientes da displasia, pois como haviam feito a coluna ele estava compensando e em fevereiro de 2011 o Bruce fez a cirurgia de desnervação, mas continuava gritando de dor, voltamos ao Veterinário que afirmou, após uma radiografia, que o Bruce estava com uma bactéria na coluna e que deveríamos entrar com antibióticos para combatê-la, foram 4 meses de antibióticos 3 vezes ao dia, ao acabar o tratamento o Bruce piorava novamente e voltamos ao veterinário e mais antibióticos, por fim em junho de 2011 ele disse as seguintes palavras: “ O Bruce é o meu primeiro insucesso, eu só volto a mexer nele mediante uma tomografia e a mais próxima daqui fica em Salvador-BA”.É pessoal voltamos para casa com o nosso filhote uivando de dor e sem condições de fazer o tal exame (estávamos na época grávidos de 5 meses) e apelamos para todos os conhecidos para ver se conseguíamos fazer o exame em uma clínica humana, todo o esforço foi em vão, até que o Senhor colocou em nosso caminho um amigo muito querido que receitou para Bruce medicamentos humanos que servem para pessoas com problemas de coluna, esse seria um paliativo até conseguirmos recursos para fazer a tomo e foi assim que o Bruce andou até o dia 14 de abril de 2012, onde o resultado vocês viram no vídeo. Todos os dias pedíamos ao Senhor para nos indicar uma forma de nos ajudar a salvar o nosso bebê, foi aí que ele iluminou a cabeça de Poliana para fazer o vídeo.O Bruce é um ser muito especial que veio se juntar a nós, a sua perseverança de viver e de vencer os obstáculos, nos faz refletir de como seres racionais conseguem alimentar em suas vidas coisas tão pequenas como o orgulho e a vaidade, porque não seguimos o exemplo de nossos peludos que nos oferecem o seu amor incondicional, eles não precisam de dinheiro, de carro de presentes, apenas um olhar ou um afago para se sentirem os seres mais felizes do mundo.Gente temos que aprender com eles, ou melhor, já começamos a aprender, pois vocês tem nos doado um pouco de amor todos os dias, que possamos aumentar essa doação cada vez mais, para que possamos, quem sabe um dia chegar próximo a eles.

    Um grande abraço a todos e muito obrigado pela ajuda

  9. Martha Lungow

    Olá. Também estamos nessa batalha pela recuperação do BRUCE.
    Tomei a liberdade de postar sobre uma RIFA que estamos veiculando na página do Facebook da Poliana Souza/Recife, dona do Bruce, o premio é uma guitarra + kit musical. R$ 10,00 cada número. Quem quiser ajudar pode acessar no Face: SOS Bruce – Comunidade. Os depósitos são nas contas bancárias da Poliana, ou do BB ou da CEF.
    Agradecemos.
    Martha Lungow
    Campanha: Todo mundo ama o Bruce
    http://www.youtube.com/watch?v=h9TXk_2H4qc&feature=player_embedded

  10. Regina Célia

    Bruce, vc há de ficar bom. Compartilhei com todos os meus amigos e mandei pra sua mamãe 25,00 na conta do BB. Sei que não é nada mas é dado com muito amor. Vou pedir à Deus, à Oxalá e a tdos os meus queridos Orixás que fortaleçam seu corpo pra vc continuar a sua tão linda missão de “cãoterapeuta”. Tanta energia boa vai levantar vc e sua linda família! bjs da Tia Regina. Mande notícias!!!

    • Poliana

      Obrigada pela força Regina. Beijos

  11. Marcilene de oliveira

    Bruce você vai ficar bom, toda essa energia de pessoas bacanas vai chegar até você, força ai, você é lindo e tem muito ainda pra viver……estarei contribuindo, quero notícias de sua melhora e desejo muito que a família denuncie o veterinário que fez isso……

  12. DIOGO BORDALLO

    Amigos!

    Estou indignado com tamanha crueldade!
    Mas sei que Deus está vendo todas essas coisas e que muito em breve o Bruce estará totalmente curado!
    Colorei em minhas orações!!!
    Mas afinal, vocês irão denunciar esse veterinário? É preciso que se faça algo, para que que isso não aconteça outras vezes!!!
    Quanto ao Bruce, quais são as expectativas dos profissionais? Alguem já deu algum diagnóstico? Ele terá chance de se recuperar plenamente?
    Do fundo do meu coração, gostaria de estar informado!!!
    Estarei depositando uma ajuda para esse rapaz valente esta tarde!
    Um forte abraço a todos e boa sorte!!! E que Deus esteja sempre consoco!

  13. Andréa

    É de doer na alma! Acredito que coisas acontecem por escaparem do nosso controle, mas “parafusos de parede” é demais. Não quero generalizar, mas acho fundamental se obter referências, principalmente, na área de saúde. Acredito que tenha bons proficionais nessa área, como em tudo.
    Bruce, vc é lindo e cheio de vida. Espero em Deus que a cada dia vc supere suas dificuldades e triunfe para sua cura completa. Vou contribuir e ficar na torcida, sabendo que sua amizade é incondicional. Beijo, querido Bruce!

  14. ana paula gaiote

    Por favor, a conta tem um CPF para que eu consiga para doc?
    Quero muito ajuda-lo..

    • Poliana

      Oi Ana, o CPF é o seguintes: 007.733.414-04
      Obrigada pela ajuda.
      Beijos

  15. Lívia

    Que absurdo! Este veterinário tem que ser preso e ter registro removido! Como é que alguém pode fazer uma cirurgia séria dessas e usar ‘parafuso de parede’! Sinto muito pelo Bruce e vou depositar uma quantia p/ ajudar assim que entrar o mês de julho! Espero que consigam aliviar o sofrimento do cãozinho e resolver toda a questão! Boa Sorte.Abs,Lívia Souto do Rio de Janeiro.

  16. Elizabeth Brito

    Pq parafusos comuns?? Quem fez a cirurgia de Bruce??? Vamos denunciar esse veterinário. Um absurdo!

  17. DÉBORA

    E digo mais …vamos colocar essa denuncia na TV, quem sabe as autoridades nos ajuda nessa luta pela recuperação dele e pela punição do agressor.

  18. Izadora Ribeiro

    Sou de Juazeiro do Norte-CE e vi o vídeo. Fiquei muito comovida com a história do Bruce e ao mesmo tempo indignada qnd vi os parafusos. Quanta perversidade meu Deus! Amanhã mesmo irei ao banco realizar um depósito em prol à saúde do Bruce e confiando em Deus, certamente esse animal amável ficará curado! Boa sorte nos exames! Abraços!

  19. Maria Alice Martins

    Quero muito ver o Bruce andando novamente. Enviei ajuda no Banco do Brasil.
    Deem notícias dele. Fiquei extremamente triste com o caso.
    O veterinário deve ser processado e pagar uma boa indenização. Procurem fazer isso, mesmo para que ele não repita o que fez com outros cães.

    • sergio matias

      Para os que não são veterinários e nem da área médica, os parafusos mostrados no vídeo são de aço usados em cirurgias, vejam link http://www.caomedica.com.br/implantes.html#
      não julguem sem conhecimento, existem referencias e trabalhos publicados sobre o parafuso usado na cirurgia do Bruce. Abaixo alguns trabalhos entre inúmeros publicados. Quem julgará o caso é o CRMV, não as pessoas que postam aqui. Cuidado para não serem processados por calúnia e difamação.

      Costa JLO (1996) Reconstrução de grande falha óssea com
      enxerto cortical alógeno conservado em glicerina, fixado
      com placas e parafusos de aço inoxidável da série 304L.
      Estudo experimental em cães. Dissertação de Mestrado.
      Jaboticabal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
      de Jaboticabal, 100p.
      Costa Neto JM & Daleck CR (1999) Artrodese temporária da
      articulação tíbio-társica com parafuso de aço inoxidável
      auto-atarraxante como suporte para do calcâneo em cães.
      Veterinária Notícias, 5:19-24.
      ARTRODESE TIBIOTÁRSICA COM UTILIZAÇÃO DE PARAFUSOS DE AÇO
      INOXIDÁVEL 304L AUTO-ATARRAXANTES: ESTUDO EXPERIMENTAL
      EM CÃES. 54(316): 479-486, 2007 R e v i s t a Ceres

      • RICARDO VALADÃO

        CARO SÉRGIO COMO VOCÊ BEM FALOU SEGUNDO A LITERATURA ESTE TIPO DE MATERIAL FOI UTILIZADO EM ESTUDOS EXPERIMENTAIS E PARA FIXAÇÕES TEMPORÁRIAS , PORÉM O BRUCE IRIA USAR OS PARAFUSOS PERMANENTEMENTE E ELE NÃO FAZIA PARTE DE NENHUM EXPERIMENTO, SENDO ASSIM É DE SE APOIAR A CAUSA PARA QUE HAJA MAIS RESPEITO COM OS ANIMAIS, PRINCIPALMENTE NAS UNIVERSIDADES , NINGUÉM ESTÁ ACIMA DO BEM E DO MAL MEU AMIGO. DISCORDO DE VOCÊ , MAS RESPEITO SUA OPINIÃO , ACHO QUE DEVERIAMOS RESPEITAR A OPINIÃO DE QUEM SENTE A DOR NA CARNE. UM ABRAÇO!

        • Neli Mara Gasparelo

          Faço minhas as suas palavras Ricardo Valadão, pois não foi feito experiências no Sr Sergio Matias, e nem é ele quem está passando dores atrozes…..Estou falando aqui com conhecimento de causa em matéria de cirurgias feitas pelos Senhores Doutores Veterinários.
          Explico : tenho uma cachorra vira lata que ao ser feita uma castração, foi suturada com fio contaminado, daí passado dois anos (até aí não sabia da contaminação do fio), ela começou a ter cistite crônica; depois de vários ultrassons foi diagnosticada com aderência em vários órgãos. Levei em outro veterinário competente e este fez com sucesso uma cirurgia que demorou horas, porém a bexiga ficou do tamanho de uma azeitona, numa cachorra que tem mais de vinte quilos, resultado, ela ficou com incontinência urinária, não consegue segurar a urina…Caro Ricardo, ao expor essa minha história tenho várias perguntas : Qual o grau de respeito por animais tem esse veterinário que fez a cirurgia no Bruce? Será que ele tem de fato competência, ou ainda está aprendendo em animais adotados, como o Bruce e a minha Mila! Esse veterinário vai se responsabilizar ? E como fica a situação dele ? Ainda cômoda? E como fica a situação do pobre Bruce? E quem paga agora o tratamento desse cachorro que teve a infelicidade de cair nas mãos desse veterinário? Será que o Sr Sergio Matias consegue responder essas perguntas? Um grande abraço, Ricardo!

          • Neli Mara Gasparelo

            Farei segunda feira minha contribuição no Banco do Brasil…..
            Bruce, estou orando e torcendo por você….Que DEUS o guarde e lhe
            dê o caminho da cura!

          • Neli Mara Gasparelo

            RETIFICANDO : MINHA CONTRIBUIÇÃO SERÁ FEITA NA CEF E NÃO NO BANCO DO BRASIL COMO HAVIA MENCIONADO.
            QUE DEUS OS ABENÇOE!

          • sergio matias

            Em nenhum momento fiz pouco caso do sofrimento do Bruce e me compadeço da situação, só acho que devem ver os comentários do Bruno acima e se limitarem as profissões e competências de vocês, quem deve julgar o caso é o Conselho REgional de Medicina Veterinária e não vocês. Todos são inocentes a té prova em contrário. há respaldo científico para o uso do parafuso,

          • Ana Luiza

            Gente conheço esse profissional, ele é professor da rural, diferente de outras pessoas que estão falando enxergando apenas o lado do sofrimento do Bruce… isso é inegável, mas a causa disso é que está equivocada… é preciso ter cautela com as acusações, o cirugião de Bruce é competente e muito responsável, se isso aconteceu é bem provável que alguma patologia mais cranial estivesse se desenvolvendo e isso tenha migrado para o foco da cirurgia ou alguma outra complicação!! Deixem que o caso seja julgado pelo conselho e aí sim essas palavras poderiam ser justas… levantar falso testemunho é crime!!!!
            Espero que Bruce se recupere e sinceramente acho que aqui em Recife e no Brasil o professor Tudury seria um dos mais competentes para ajudá-lo! Ele tem uma experiência de muitos anos tanto na área de neurologia, quanto de ortopedia não anda fazendo experiência para treinar sua técnica não, ele tem reconhecimento nacional…

        • Ana Luiza

          Ricardo são os experimentos que embasam todas as cirurgias, seja em animais ou em seres humanos… essa foi uma dissertação de mestrado, se a literatura afirma que pode ser utilizada, quem somos nós para dizer que não pode? É através da literatura científica que a medicina evolui… concordo que todos devem ser respeitados, inclusive o profissional citado, que é muito competente. Espero que Bruce se recupere (quem está cuidando dele, conto nos dedos de uma mão quem tenha experiência e competência para isso aqui em Recife). Que isso seja logo esclarecido para que a justiça seja feita!!

  20. DÉBORA

    Como pode alguém ser tão cruel e mau amado como esse verterinário, ele precisa ser punido severamente pelo que fez. vamos colocar fotos dele na net, vamos denuncia-lo, NÃO VAMOS PERMITIR QUE ELE CONTINUE MATANDO ANIMAIS .

    • RICARDO VALADÃO

      O NOME DELE É DR. EDUARDO ALBERTO TUDURY , PROFESSOR DA UFRPE!!!

  21. Fiquei muito sensibilizada com a história do Bruce e vou dar a minha contribuição, chorei muito com o vídeo…. O fato de saber que este cãozinho, há tempos atrás, corria, pulava, hoje tem suas limitações por um erro absurdo de um ser humano que se diz profissional…. MEU DEUS, dê a cura desse cãozinho, amém!!!!

  22. Jane

    Gente o veterinario perdeu o registro, foi denunciado????

  23. Gabriela costa

    Quem puder ajudar esse Cãozinho também ele esta com problema na próstata e sua dona desesperada pois ele precisa fazer uma cirurgia com urgência e ela não tem como pagar… leia a história toda do cãozinho Gaúcho http://t.co/MqZ3PLJm

    • Angelica

      Oi
      Não encontrei detalhes sobre o caso do Gaúcho. Tem alguma página no facebook?
      Sobre a doação no site da Vakinha acho que ninguém doou ainda porque faltam muitos dados…tem que provar ser uma história verídica…e o pagamento digital também está complicando porque na hora de fazer a doação eles pedem ENDEREÇO DE ENTREGA e não deixa você doar sem isso.
      Angelica

      • Alexandra

        Olá !
        Nosso site só registra fatos comprovados !
        No texto acima tem dados do Facebook !

        Obrigado !!

  24. A mensagem sobre a denuncia ao CRMV está correta, realmente é necessário ser enviada através de formulário próprio porém não ao CRMV/SP e sim do estado onde ocorreu o fato, no caso Pernambuco.

  25. Eni

    Meu DEUS… chorei d+ ao ver o vídeo… como pode meu DEUS um ser humano fazer uma coisa dessas com este pobrezinho indefeso, cada dia que passa tenho mais medo desses seres chamados humanos…
    Que DEUS tome conta do Bruce!! Estimo melhoras a ele, e mtos bjs carinhosos para os dedicados pais do Bruce♥!
    Podem contar com minha ajuda!!

  26. Milton

    Parabéns por serem humanos com quem depende de nós, muitos infelizmente não tem caracter e coração e abandonaria em qualquer lugar para sofrer até a morte , não levando em consideração que eles amam seus donos e dependem deles para tudo. Parabéns desejo melhoras para esse guerreiro se Deus quiser, infelizmente não posso fazer muita coisa mas como qualquer coisa ajuda vou fazer minha pequena doação um forte abraço.

  27. ola:
    mais vc hem.. Deus me livre de vc q tipo de veterinario vc e??[ OLHA GENTE , ESSE PESSOAL Q ESTAO FORMANDO AGORA , EU NAO CONFIO NELES…. DE JEITO NENHUM , OLHAI O Q ACONTECEU C/ O BRUCE.]…………….

  28. Flávio

    Com certeza com um ato desse, esse veterinário Eduardo Alberto Tudury não deveria tratar ser vivo nenhum. Procurei no Google ms n achei o nome.
    Já deve ter tirado por medo de represálias merecidas.
    Doação feita.
    É pouco, ms tenho certeza q muitos farão o pouco q torço p no final seja muito.

    • Encontrei o nome do veterinário: ele tem até livro publicado. Seria o mesmo?

      • sergio matias

        Sim, tem livros e trabalhos, é um grande veterinário e professor, problema todo mundo pode ter em cirurgia, até mulher que faz plastica e poe silicone, o errado é quem critica sem saber como voces, se conhecessem ele direito saberiam quantas centenas de animais já voltaram a caminhar por causa dele, voces podem ser processados por difamação

  29. Sandra

    Fiquei muito sensibilizada com essa situação revoltante. Quero ajudar. Um beijo a todos e que Bruce se recupere logo. Ele sim ajuda o próximo, bem diferente de seu algoz veterinário sem noção!!!! Que Deus tenha piedade dessa alma conturbada!!!

  30. Carla Bastos

    Nossa como me emocionei ao ver o video pois passei pelo mesmo problema!as dificuldades em fazer xixi e as fezes…mas infelismente o meu basset ñ passou pela cirurgia pois a coluna dele já estava muito debilitada…mas creio que o BRUCE irá ficar bom..um grande abraço em vcs e um bjão no bruce..pode contar com minha ajuda

  31. Tatiana

    o procedimento correto para apuração das responsabilidades é o de apresentar uma denúncia formal, da seguinte maneira:
    a) A denúncia deverá ser formalizada por escrito em (2 vias) aos cuidados da Diretoria do CRMV-SP, e, conter os dados do denunciante, tais como: o nome, assinatura, endereço, inscrição no CNPJ ou CPF e estar acompanhados das provas suficientes à demonstração do alegado ou indicar os elementos de comprovação;
    b) Relatar detalhadamente os fatos, colocando os dados do denunciado, tais como: nome, nº. de registro no CRMV, endereço de atendimento, telefone, etc.
    Se houverem documentos comprobatórios, como: receitas, resultados de exames, carteira de vacinação e tudo o que for pertinente ao assunto, anexar cópia ou documento original na carta-relato;
    IMPORTANTE: Conforme o Art. 19º, da Resolução CFMV nº. 875, de 12/12/2007, que Aprova o Código de Processo Ético-Profissional, a denúncia deverá ser assinada e documentada.
    Portanto, só poderemos instaurar o Processo Ético Profissional se tal queixa/denúncia conter os elementos necessários para sua apuração, entre os quais, encontra-se a assinatura do denunciante, tornando-se assim, impraticável a instauração de Processo Ético-Profissional por denúncias via e-mail.
    c) Poderá ser entregue pessoalmente na Sede do CRMV-SP e Delegacias Regionais, ou enviada pelo correio.
    A Diretoria irá apurar as responsabilidades, e V. Sa. será comunicada através de correspondência das providências tomadas.
    Tratando-se de exercício ilegal da Medicina Veterinária, a denúncia será enviada à autoridade policial competente, para a instauração de inquérito policial, por tratar-se de contravenção penal.
    A denúncia deverá ser enviada ao seguinte endereço:
    Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo

    • Alexandra

      Agradecemos pela orientação, e vamos também deixar em um post especial de como proceder para outros casos … Esta informação é muito importante!
      Muito obrigado !

  32. Alexander

    Amigos,

    Desejo melhoras para o Bruce. E o nome desse “médico” veterinário deveria ser publicado, além de ser processado e obrigado a pagar todo o tratamento do Bruce, além de perdas e danos. Isso é uma perversidade! Esse criminoso com diplomado, tem que ser punido. Abraços.

    • Alexandra

      Olá, o nome dele está no post acima …veterinário Eduardo Alberto Tudury! Obrigado !

  33. Marcia Latorre

    Peço a gentileza de entrarem em contato a respeito do caso do lindo Bruce. Se caso puderem me passar seu telefone eu mesma ligarei. Estou no face como Marcia Latorre. Se quiserem me adicionar podemos conversar a respeito do caso dele. Muito obrigada

    • Pamela Franco

      Marcia Latorre, o Bruce tem um facebook e acho que a forma mais fácil de se comunicar com a família maravilhosa dele é por lá, mesmo

      https://www.facebook.com/sosbruce

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSSMais notícias:

  • Could not connect to Twitter