Imagens mostram animais sendo agredidos em pet shop no Rio

Imagens gravadas há cinco meses por uma testemunha mostram que animais eram maltratados no Pet Shop Quatro Patas, que fica na Rua Pernambuco, no Engenho de Dentro, no subúrbio do Rio. Segundo a testemunha, que ficou indignada com as agressões, os maus-tratos eram constantes e os animais gritavam de dor. Alguns saíam machucados e traumatizados com as pancadas que levavam.

http://youtu.be/Wc3u5-DMKx8

 

 

Procurada pela equipe do RJTV, a dona do estabelecimento, Solange Barroso, se mostrou surpresa com as denúncias. Ela disse que nunca recebeu reclamações de maus-tratos.

Ela reconheceu o agressor dos animais como o próprio filho – Daniel, de 20 anos. No entanto, mesmo aparecendo nas imagens, ela negou que soubesse das agressões. Na falta de funcionários, ele chegou a trabalhar na loja alguns meses atrás. Atualmente, tem a função de levar e buscar os cachorros em casa.

“Isso não era do meu conhecimento. São coisas que acontecem no momento e que não dá para você controlar. É so isso que posso dizer. Pedir mil desculpas porque, realmente, eu não tenho nem o que dizer”, contou Solange, que informou que ele será afastado do estabelecimento, conforme mostrou o Jornal Hoje.

Na gravação, há tapas, socos, xingamentos e objetos na cabeça dos animais. Água abundante no focinho a fim de afogar o animal, garrafadas. Além disso, patas e focinhos eram amarrados com objetos inadequados.

“Entendo que quando você leva um animal para fazer um determinado serviço, ele tem que ser feito e ter um prazer a mais, que é um carinho, entendeu? O animal tem sentimento. Já lá não era bem assim, já era água gelada, amarrava a boca e socos”, revelou a testemunha.

O flagrante mostra que o cachorro está dentro do tanque e recebe o primeiro soco. Em seguida, o funcionário amarra com força o focinho do animal, dá tapas, empurrões e uma sequência de socos. O cachorro se acalma. Já dominado, recebe muita água no focinho, novos tapas e empurrões.

Sequência de socos

Vídeo mostra flagrante a animal em pet shop no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)Imagens de cinegrafista amador mostra agressão a cachorro (Foto: Reprodução/TV Globo)

As agressões também acontecem com os cachorros pequenos e tranquilos. Mas as cenas mais chocantes são com um cachorro da raça labrador. O animal, mesmo dominado, recebe uma sequência de socos na cabeça. Ele apanha praticamente durante todo o banho, que dura 15 minutos.

Pelas imagens, é possível observar que o funcionário usa uma garrafa de plástico para agredir o cachorro. Em seguida ele pega outro frasco de xampu para bater no animal. As agressões não param. O cachorro não reage, está aparentemente calmo, mas continua recebendo socos.

A dona do labrador, Vera Fernandes, mora sozinha com Thor, de 5 anos. Ela contou que o cachorro toma banho no pet shop duas vezes por mês há um ano. E disse que nunca desconfiou de nada errado.

“Eu estou chocada. Eu nunca imaginei que eles pudessem fazer uma coisa dessas. Se nãotem paciência com animal, para que abre um estabelecimento para cuidar de bicho?”, indagou Vera.

 

Como denunciar
Quem quiser denunciar os maus tratos, pode tomar três atitudes: procurar a delegacia mais próxima ou Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, em São Cristóvão, na Zona Norte da cidade, além de poder ligar para o número 1746. Após a denúncia, agentes da  Secretaria especial de Defesa dos Animais vão até o local para fazer uma vistoria. Caso a denúncia seja comprovada, o dono da loja pode ser notificado e o pet shop tem um prazo para se adequar. No entanto, se o erro persistir, o alvará de funcionamento do estabelecimento pode ser suspenso.

A Secretaria de Defesa dos Animais recebe em média dez denúncias por dia.

Fonte: ” G1″



About Animal S.O.S

Ola, Meu nome é Andrea tenho 30 anos, casada. Sou apaixonada pelos animais, luto por eles. Fiz esse site/blog para ajudar nossos animais abandonados e maltratados da Baixada Santista. Acredito que cada um pode fazer um pouco e assim juntos podemos dar uma vida digna para esses animais que precisam de um lar, de carinho e atenção. View all posts by Animal S.O.S

1 Comment to Imagens mostram animais sendo agredidos em pet shop no Rio

  1. bernardete

    Eu não adoto animais de feira porque não tenho como visitar. Porém, adoto animais que aparecem na minha rua e na minha cidade. Estou coma uma cadelinha que foi abandonada aos pontapés pelo seu dono. Ela está feliz. É o carinho que os moradores do prédio estão recebendo dela. É inexplicavelmente amorosa. já ganhou peso e está sendo muito bem cuidada. Estamos felizes por ela está conosco. Quem joga “fora” animais indefesos, com certeza, não ama a si mesmo. É um animal muito mais irracional. Odeio quem maltrata bicho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSSMais notícias:

  • Could not connect to Twitter